Pular para o conteúdo principal

DIETAS DA MODA : CORTAR GLÚTEN E LACTOSE É MAIS SAUDÁVEL E AJUDA A EMAGRECER ?

Resultado de imagem para Dietas da moda: cortar glúten e lactose é mais saudável e ajuda a emagrecer?

Dietas da moda: cortar glúten e lactose é mais saudável e ajuda a emagrecer?

Especialistas esclarecem mitos e verdades sobre os que são considerados novos "vilões" nas dietas da moda

Está na moda fazer dieta sem glúten – proteína presente em cereais como trigo, aveia, centeio e  cevada – e lactose –  tipo de açúcar presente no leite e seus derivados. Mas quais os reais benefícios da exclusão deles das dietas?

GLÚTEN 
O glúten está presente em alimentos à base de trigo, aveia, centeio e cevada
Thinkstock/Getty Images
O glúten está presente em alimentos à base de trigo, aveia, centeio e cevada
O primeiro passo é distinguir conceitualmente alergia de intolerância. De acordo com a nutricionista da Beneficência Portuguesa de São Paulo, Mirian Martinez, quem tem alergia a glúten - doença celíaca - não pode ingerir nada que contenha essa substância ou que tenha entrado em contato com ela. “O celíaco por exemplo não pode comer um biscoito de polvilho feito no mesmo local que um pão, em uma padaria, por exemplo”, esclarece Mirian.
Mas algumas pessoas podem ter a "sensibilidade ao glúten não celíaco (SGNC)”, outra condição mais conhecida como intolerância a glúten. “São aquelas que relatam alguns sintomas (dor abdominal, inchaço, alteração no hábito intestinal, entre outros) após o consumo de alimentos com glúten, mas não são alérgicas a trigo e não apresentam doença celíaca”, explica a nutricionista Mariana Nacarato.

Ela ainda diz que a doença não é bem compreendida e não existem exames que confirmem e comprovem o diagnóstico. Mariana fala também que é estimado que apenas 5% da população se encaixe dentro dessa condição
Alergias e intolerâncias alimentares
Entretanto, a Mirian Martinez afirma que existe um aumento no número de casos de alergias e intolerâncias alimentares no geral: “Isso está relacionado com o modo de vida das pessoas. Existe a exposição a poluição, alimentos com corantes e conservantes entre outros desde cedo. Isso pode levar ao estresse do organismo, gerando alergias e intolerâncias”.
Mirian ainda ressalta que é preciso prestar atenção na alimentação para identificar o que está causando o mal estar: “Os alimentos com teor maior de glúten são geralmente mais pesados e refinados, como bolos, pães, tortas. Então tem que ver se a indigestão é por causa do glúten ou por tudo aquilo que tá asssociado ao alimento”. Pode não ser o glúten o causador do problema, mas qualquer outra substância daquele alimento
E cortar glúten emagrece?
Muita gente diz que corta o glúten e perde o peso, mas fazer essa associação também pode ser um erro. Mirian ressalta que o emagrecimento não vem por causa da ausência de glúten na dieta, mas sim porque cortando esse nutriente, acaba-se cortando carboidrato e uma série de alimentos, o que, comprovadamente, auxilia na perda de peso.

LACTOSE
A lactose é um açúcar presente no leite e seus derivados
Thinkstock/Getty Images
A lactose é um açúcar presente no leite e seus derivados

No corpo, a lactose é digerida por uma enzima chamada lactase. Algumas pessoas não a produzem ou tem esta produção reduzida ao longo do tempo, e isso caracteriza a intolerância à lactose em diferentes níveis. “Nesses casos, a lactose permanece no intestino sem ser digerida, é fermentada e produz gases. Isso pode resultar em desconforto e dor abdominal, aumento de gases, diarreia ou constipação”, explica a nutricionista Mariana Nacarato.
A intolerância à lactose pode ser solucionada de forma mais fácil: a enzima lactase pode ser consumida de forma artificial.
Cortar lactose emagrece?
A presença ou a quantidade de lactose em um alimento não tem relação com a perda de peso. Mirian analisa queijo e leites. Os queijos são mais gordurosos que o leite e têm menos lactose. Já o leite desnatado tem a mesma quantidade de lactose que a versão integral, mas é mais saudável porque apresenta menos gordura. 
Portanto, em relação a dietas que restringem glúten e lactose, a nutricionista é categórica: “Se não existir nenhuma restrição por conta de desconfortos e alergias, não há nenhuma vantagem em deixar de consumir leite e glúten”. 
Para eliminar peso, a dica é buscar uma alimentação balanceada e sem excessos e a ajuda de um profissional da área. 


Postagens mais visitadas deste blog

ALTERNATIVAS NATURAIS PARA DIMINUIR A LIPOPROTEÍNA 'A'

Comer peixe que tenha bastante ácidos graxos ômega-3 pode diminuir os níveis de lipoproteína (a)
O QUE É A LIPOPROTEÍNA 'A'
A lipoproteína (a) [Lp(a)] consiste numa partícula semelhante à LDL e a apolipoproteína específica (a) [apo(a)], que é covalente ligada à apoB da partícula semelhante à LDL. As concentrações plasmáticas de Lp(a) são altamente hereditárias e controladas principalmente pelo gene da apolipoproteína (a) [LPA] localizado no cromossoma 6q26-27. As proteínas apo(a) variam em tamanho devido a um polimorfismo de tamanho [KIV-2 VNTR], que é causado por um número variável de repetições kringle IV no gene LPA. Esta variação de tamanho ao nível do gene é também expressa ao nível da proteína, resultando em proteínas apo(a) com 10 a > 50 repetições kringle IV (cada variável do kringle IV consiste em 114 aminoácidos). Estes tamanhos variáveis ​​das apo(a) são conhecidos como "isoformas apo (a)". Existe uma correlação geral inversa entre o tamanho da isoforma a…

ALOE VERA : A MARAVILHA PROIBIDA

Aloe Vera: A Maravilha ProibidaAloe Vera é geralmente chamada de a planta milagrosa, a cura natural, dentre outros nomes que sobreviveram por 4.000 anos dentro dos quais essa planta tem beneficiado a humanidade. George Ebers em 1862 foi o primeiro a descobrir o uso da Aloe na antiguidade em um antigo manuscrito egípcio datado de 3500 AC, o qual foi de fato uma coleção sobre ervas medicinais. Outros pesquisadores desde então descobriram que a planta era usada também pelos chineses e indianos antigos. Médicos gregos e romanos como Dioscorides e Plínio usavam Aloe obtendo maravilhosos efeitos e legendárias sugestões que persuadiram Alexandre O Grande a capturar a ilha de Socotra no Oceano Índico com o intuito de obter sua rica plantação de Aloe para curar seus soldados feridos nas guerras. As rainhas egípcias Nefertiti e Cleópatra taxaram grandiosamente a Aloe como sendo o melhor tratamento de beleza. Naqueles tempos beleza e saúde estavam intimamente ligadas, muito mais que estão atualme…

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…